por Leonardo Sioufi Fagundes dos Santos*

Experimento histórico pode ter encontrado o bóson de Higgs

   Físicos do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN) encontraram uma nova partícula em experimento no maior acelerador de partículas do mundo, o LHC (sigla de Large Hadrons Collider, em português, Grande Colisor de Hádrons). Eles alegam que a partícula pode ser o "bóson de Higgs".

   O bóson de Higgs foi uma partícula proposta na década de 1960 pelo físico escocês Peter Higgs para explicar como as partículas têm massa. Pela propriedade de criar massa, o bosón de Higgs é chamado metaforicamente de "partícula de Deus". Esta metáfora tem sido interpretada literalmente e muitas pessoas confundem a partícula física com uma entidade espiritual.

 Foto: Wikipedia

   Ainda que a partícula encontrada não seja o bóson de Higgs, o experimento em si é um marco na Física Experimental. A construção do LHC obrigou o desenvolvimento de supercomputadores, instrumentos de resfriamento e geração de vácuo, detectores de partículas, etc. Além do aspecto tecnológico, o LHC é um enorme feito de administração de recursos humanos. Aplicar três bilhões de dólares de vários países europeus em uma equipe de pesquisadores do mundo inteiro (muitos deles brasileiros) para encontrar uma partícula, prestar contas à uma sociedade que está em plena crise econômica e desmentir os perigos imaginários do LHC não foi uma tarefa fácil.

   A equipe do Portal Píon convida os físicos de todo o Brasil que trabalham com o temas relacionados ao bóson de Higgs a postarem textos para o público em geral. É importante que os físicos brasileiros se manifestem neste momento histórico . Caso contrário, apenas as pessoas que nada entendem de Física escreverão a sua versão sobre o experimento.

 

*Leonardo Sioufi Fagundes dos Santos é professor de Física da UNIFESP Diadema e atual coordenador do Portal Píon.



Quantos somos

HojeHoje692
OntemOntem1312
SemanaSemana3983
MêsMês34348
TotalTotal1694641