por Leonardo Sioufi Fagundes dos Santos*

ejoyqqnwsaajy7j

Foto: Reprodução/Twitter/Nobel.

No dia 6 de outubro de 2020, a Academia Real de Ciências da Suécia anunciou os vencedores do Prêmio Nobel de Física: a estadunidense Andrea Ghez (1965-), o alemão Reinhard Genzel (1952-) e o inglês Roger Penrose (1931-). O prêmio foi devido à descobertas relacionadas aos buracos negros. 

Buracos negros são corpos com massa e densidade muito elevadas. O campo gravitacional gerado por um buraco negro faz com que a luz emitida pelo mesmo não consiga escapar. No entanto, o famoso físico e divulgador científico "Stephen Hawking" (1942-2018) previu que uma forma de radiação escapava do buraco negro. A chamada "radiação de Hawking" não foi detectada até hoje. Então, o buraco negro é invisível porque a radiação que ele produz retorna a ele ou não é detectada.

A grandes distâncias, o campo gravitacional do buraco negro torna-se insuficiente para aprisionar a luz, mas ainda é capaz de atrair nuvens de gás e manter estrelas em órbita. As perturbações de movimentos estrelares ou a radiação emitida por gases próximos aos buracos negros são as únicas formas de detectar esses corpos tão maciços.

Roger Penrose resolveu inúmeros problemas matemáticos relacionados à propriedades físicas dos buracos negros desde a década de 60 do século passado. Andrea Ghez e Reinhard Genzel lideraram equipes que mapearam os movimentos de estrelas próximas ao centro da Via Láctea, o que mostra a existência de um buraco negro supermaciço naquela região.

A presença de uma mulher na lista de ganhadores do Nobel de Física é histórica. A Academia Real de Ciências da Suécia só premiou 4 mulheres com o Nobel de Física em 119 anos de premiação. Apesar de já terem evoluído, as universidades ainda precisam criar condições mais justas para a ascenção das mulheres na carreira científica. .

Uma curiosidade deste prêmio é a relação com o ano de 1965. Em 1965, Penrose publicou um dos trabalhos-chave na compreensão dos buracos negros e Andrea Ghez nasceu.

*Leonardo Sioufi Fagundes dos Santos é professor de Física da UNIFESP Diadema e coordenador do Portal Píon.

Quantos somos

HojeHoje672
OntemOntem1139
SemanaSemana2617
MêsMês17794
TotalTotal1712850