Vídeo de 2 de abril que mostrando as contribuições da matemática no combate ao COVID-19.

por Leonardo S. F. dos Santos*

O artigo "A Páscoa e a Astronomia" apresentou três erros que já foram corrigidos.  Ferreira Neto. 

Anselmo Augusto, bacharel em Física e mestre em Astronomia pela USP e técnico do IBGE, apontou que a data dos equinócios podem variar 3 dias, não dois. O equinócio de março pode cair entre 19/03 a 21/03. O equinócio de setembro varia entre 22/09 e 24/09.

Maria de Fátima Ferreira Neto, bacharel em Física pela USP, mestra e doutora em engenharia civil pela UNICAMP e professora da UNIP, indicou diversos erros ortográficos e um trecho com interpretação dúbia.

Thaís Cyrino de Mello Forato, bacharél e licenciada em Física e mestre em História da Ciência pela PUC-SP, doutora em Educação pela USP e professora da UNIFESP, pontuou dois trechos com interpretações ambíguas.

O terceiro erro foi notado pelo próprio autor ao reler o artigo. O ano tropical tem 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos. Na versão não corrigida, o ano tropical tinha 10 segundos a mais.

Um agradecimento a todos os que notaram e avisaram sobre os erros.

*Leonardo Sioufi Fagundes dos Santos é professor da UNIFESP, campus de Diadema.

Matéria escura decadente deveria produzir uma aréola clara e esférica de emissões de raio-x ao redor do centro da Via Láctea que poderia ser detectado quando observado em outras regiões da galáxia. Crédito: Christopher Dessert, Nicholas Rodd, Benjamin Safdi, Telescópio espacial Fermi de raios gama.

Artigo da revista "Scientific American Brasil" a matéria escura. Mais especificamente, o artigo explora análises que colocam em dúvida fenômenos que estariam relacionados à matéria escura. O artigo é de autoria de Clara Moskowitz com tradução de Roger Bonsalver. Segue o link do artigo:

Via Láctea: Sinais da Matéria Escura em dúvida após novos artigos controversos.

Os gráficos usados na Física e na Matemática descrevem a difusão do Coronavírus disease (COVID-19). Este vídeo da BBC Brasil explica o chamado "achatamento da curva", uma representação gráfica do freamento da transmissão do vírus.

 

Os cálculos envolvidos em Física também podem ser usados para descrever o crescimento de epidemias, como o atual Coronavírus disease (COVID-19). Neste vídeo, Roberto Kraenkel, físico formado pela USP e professor do IFT-UNESP, explica sobre a difusão das epidemias em geral.

Últimas Postagens

Quantos somos

HojeHoje546
OntemOntem1179
SemanaSemana7513
MêsMês25529
TotalTotal2089455