Categorias

Posts recentes

Profissionais da Física serão reconhecidos por suas atuações em pesquisas, divulgações científicas e incentivar a participação de mulheres e negros na ciência 

A Sociedade Brasileira de Física (SBF) encerra no dia 1º de março as inscrições para que cientistas e instituições indiquem nomes para disputar os Prêmios Carolina Nemes, Anselmo Salles Paschoa, Ernesto Wolfgang Hamburger e José Leite Lopes (JLL). Não deixe para a última hora a sua indicação, colaborando para valorizar os profissionais que se destacam na área.

O Prêmio Carolina Nemes é concedido a mulheres físicas em início de carreira, cujo trabalho de pesquisa tenha contribuído de forma significativa para o avanço da Física ou do ensino de Física no País. É uma homenagem à cientista Maria Carolina Nemes (1952 – 2006), “pioneira na construção de um formalismo que permitiu incluir efeitos térmicos em dinâmicas clássicas (ou quânticas) caóticas”, segundo a Academia Brasileira de Ciências (ABC). Sua atuação na área de ensino foi brilhante, sendo disputada para orientar teses. A vencedora do prêmio no ano passado foi Raissa Fernandes Pessoa Mendes, professora adjunta na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Mulheres que tenham concluído o doutorado, no máximo, até 10 anos antes, e que tenham atuado em instituições brasileiras por pelo menos 70% do tempo entre o término do doutorado e o ano da premiação podem concorrer ao Prêmio Carolina Nemes. As vencedoras recebem um diploma e um apoio financeiro estimado em US$ 1 mil, concedido por um patrocinador.

Poderão propor indicações para o Prêmio Carolina Nemes: (i) qualquer sócio adimplente com a SBF, (ii) a própria interessada em concorrer e (iii) as instituições universitárias, faculdades, institutos e centros de pesquisa por meio de seus departamentos ou programas de pós-graduação. Cada proponente poderá apresentar apenas uma candidata por ano. As indicações podem ser encaminhadas para o e-mail: premiocarolinanemes@sbfisica.org.br.

O Prêmio Anselmo Salles Paschoa visa estimular, valorizar e dar visibilidade a pessoas negras que realizam pesquisa de excelência nas diferentes áreas da Física. O reconhecimento é uma forma de diminuir a sub-representação e a desigualdade racial na comunidade científica. No ano passado, a primeira vencedora desse prêmio foi a cientista Rita de Cássia dos Anjos, especialista no estudo dos raios cósmicos. A ilustração do Prof. Anselmo Salles Paschoa, utilizada na divulgação deste prêmio, foi generosamente cedida pela própria Rita.

Esse prêmio será outorgado a pesquisadoras negras e pesquisadores negros em física, em início da carreira, cujo trabalho de pesquisa tenha contribuído de forma significativa para o avanço da física ou do ensino de física no País. Os candidatos devem ter atuado em instituições brasileiras pelo menos 70% do tempo entre o término do doutorado e o ano da premiação, e devem ter no máximo 10 anos de conclusão do doutorado. O prêmio é uma homenagem ao Professor Anselmo Salles Paschoa, que foi um cientista brasileiro muito ativo e com contribuições significativas para a Física brasileira. As indicações podem ser encaminhadas para o e-mail: premioanselmopaschoa@sbfisica.org.br

O Prêmio Ernesto Hamburger tem o propósito de reconhecer, estimular, valorizar e dar visibilidade a iniciativas e atividades de popularização de Ciências Físicas. É outorgado a pessoas, grupos ou instituições que tenham desenvolvido atividades de destaque neste sentido.  O Prêmio é uma homenagem ao físico e divulgador de ciências brasileiro Ernesto Wolfgang Hamburger, sócio fundador da SBF e seu vice-presidente de 1971 a  1973.  No ano passado, o vencedor foi o físico Antonio José Silva Oliveira, do Departamento de Física da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O premiado recebe um diploma, passagem aérea e hospedagem para participar da Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Física, durante a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência.  O ganhador ministrará conferência na programação da SBPC acerca da atividade de divulgação desenvolvida.  Os trabalhos serão avaliados levando em consideração a qualidade, relevância e abrangência da contribuição para a área de Divulgação de Ciências Físicas.  As indicações podem ser encaminhadas para o e-mail:   premioernestohamburger@sbfisica.org.br

Já o Prêmio JLL de Melhor Tese de Doutorado visa estimular e valorizar os trabalhos de excelência e padrão internacional nas diferentes áreas da física. As teses premiadas deverão conter resultados originais que tenham contribuído significativamente para o avanço do conhecimento da natureza e de suas propriedades.  

Os Prêmios SBF de Tese de Doutorado serão outorgados para as melhores teses de doutorado defendidas nos programas de pós-graduação de Física ou Ensino de Física no Brasil reconhecidos pela CAPES. Teses defendidas em programas de áreas correlatas ou interdisciplinares, em que o trabalho realizado tenha forte componente em Física, também poderão concorrer.

Serão 13 categorias, correspondentes às 13 comissões de área da Sociedade Brasileira de Física. Além dos prêmios, também poderão ser atribuídas menções honoríficas.  O Prêmio JLL de melhor tese de doutorado será outorgado para a melhor tese selecionada entre as vencedoras dos Prêmios SBF de Tese de Doutorado das 13 comissões de área. As indicações devem mencionar a comissão de área na qual a Tese será avaliada para o Prêmio. O pesquisador David Camarena Torres, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), foi o vencedor do prêmio em 2023.

Poderão propor indicações para os Prêmios de Tese autores, instituições universitárias, institutos e centros de pesquisa, faculdades e orientadores (desde que proponham uma tese orientada por eles). Cada proposição poderá incluir apenas um candidato por ano. Poderão concorrer aos Prêmios SBF de Tese de Doutorado os candidatos cujas teses foram defendidas nos anos de 2022 e 2023. As indicações poderão ser encaminhadas impreterivelmente para o e-mail: premiojll@sbfisica.org.br