Compreendendo espalhamento Raman em dissulfeto de molibdênio

Destaque em Física, semana de 09 de março de 2017

destaque 09032017O dissulfeto de molibdênio (MoS2) é um composto metálico que ganha cada vez mais atenção na literatura científica, por conta de sua incrível variedade de características em seu espectro Raman, que permitem a investigação da dinâmica de elétrons e fônons – nome dado às quase-partículas que representam um quantum de vibração em estruturas cristalinas.

Agora, um trabalho importante feito por brasileiros, em cooperação com americanos e britânicos, joga importante luz sobre o tema. Combinando um estudo de excitação do material a múltiplas energias e cálculos teóricos, os pesquisadores revelam os detalhes do processo de espalhamento Raman de ressonância dupla, tanto em MoS2 em monocamada, bidimensional, quanto em bloco.

"Os resultados mostram que a frequência de alguns traços Raman desviam quando se muda a energia de excitação, e simulações de primeiros princípios confirmam que essas bandas surgem de fônons acústico distintos, conectando diferentes estados de vale", escrevem os pesquisadores, em artigo publicado em 9 de março na "Nature Communications".

Eles destacam ainda que o trabalho revela a física subjacente ao espalhamento entre-vales dos elétrons pelos fônons acústicos, o que é essencial para a despolarização de vales observada em MoS2.

O primeiro autor da pesquisa é Bruno R. Carvalho, orientado por Marcos A. Pimenta, do Departamento de Física da Universidade Federal de Minas Gerais. Também participou da pesquisa Leandro M. Malard, da mesma instituição.

Para ler o artigo completo, clique aqui.

Assessoria de comunicação da SBF

Salvador Nogueira
Tel: +55 11 99178-9661
E-mail:   Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Twitter: http://twitter.com/sbfisica
Facebook: http://www.facebook.com/sbfisica

PION

Portal SBF de
Divulgação da Física