Nota de falecimento Prof. Eronides Felisberto da Silva Jr

A UFPE, em especial o Departamento de Física, lamenta o falecimento no dia 11/01 do professor Eronides Felisberto da Silva Júnior. O corpo foi velado no Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, onde foi realizada a cremação às 14h.

O docente lecionava na Universidade desde 1989. Graduado em Física pela UFPE (1980), tinha mestrado em Física pela Universidade (1983), master of Science em Applied Physics/Electrical Engineering pela Yale University (1984), master of Philosophy em Applied Physics/Electrical Engineering, também pela Yale University (1985), e doctor of Philosophy em Applied Physics/Electrical Engineering pela Yale University (1987).

https://www.ufpe.br/agencia/index.php?option=com_content&view=article&id=54863:ufpe-lamenta-o-falecimento-do-professor-eronides-felisberto-da-silva-junior&catid=88:luto&Itemid=72#.VpVYRfvlAI8.twitter

Eronides Felisberto da Silva Júnior, Professor do DF-UFPE (1988-2015)

Eronides nasceu na cidade serrana de Gravatá a 82 km do Recife. Concluiu o bacharelado (1980) e mestrado (1983) no DF-UFPE, sob orientação do Professor Sergio Rezende, período em que foi meu estudante no curso de Teoria Quântica. No doutorado na Yale University (1987) trabalhou sob orientação do Professor Tsoping Ma (Applied Physics/Electrical Engeneering), com foco em dispositivos semicondutores. Neste período, visitou Boston em algumas oportunidades, tendo feito contato comigo (em período sabático) e com outros colegas brasileiros, onde se discutia seus projetos futuros para a UFPE.

Retornou à UFPE como professor visitante, e foi efetivado em concurso para professor adjunto em 1990, ocasião em que, como chefe do Departamento, participei da efetivação do seu intuito de montar um laboratório apropriado para dar prosseguimento aos seus estudos de dispositivos eletrônicos.

Nos primeiros anos, Eronides manteve intenso programa de intercâmbio com os grupos de Yale e da Hitachi no Japão. Um de seus estudantes, Elder Vasconcelos (atualmente, no Campus da UFPE em Caruaru) concluiu seu doutorado no Japão para consolidar essas colaborações.

Posteriormente, Eronides manteve colaborações bastante efetivas e produtivas com pesquisadores da UFPE (DF, Departamento de Química Fundamental e Departamento de Energia Nuclear) e com vários pesquisadores do Brasil e do exterior, no contexto de redes nacionais na sua área de atuação: silício, sistemas semicondutores de baixa dimensionalidade (poços, fios e pontos quânticos), interfaces semicondutoras, dispositivos híbridos, defeitos em materiais, polímeros, dispositivos MOS, sensores e atuadores.

Foi vice-chefe do DF-UFPE em duas ocasiões, onde deu contribuições significativas na administração do Departamento, assim como no ensino de disciplinas básicas e em disciplinas de sua especialidade.

Seu último colóquio no Departamento foi em celebração do Prêmio Nobel de Física de 2014, atribuído aos japoneses I. Akasaki, H. Amano e S. Nakamura, pelo LED no azul.

Sua morte no dia 11 de janeiro aos 57 anos, em plena maturidade científica, causou consternação e perplexidade aos seus colegas do DF-UFPE e colaboradores de diversas instituições. Sua ausência será muito sentida tanto no contexto pessoal quanto no profissional.

Maurício D. Coutinho-Filho
Departamento de Física-UFPE

PION

Portal SBF de
Divulgação da Física