Regulamentação da profissão de físico vai ao Senado

Projeto será apreciado pela Comissão de Assuntos Sociais, e o senador Wellington dias promete incluir emendas solicitadas pela SBF.

O Projeto de Lei que prevê a regulamentação da profissão de físico foi aprovado na Câmara e agora deve passar por modificações no Senado, para melhor atender à comunidade científica, antes de se tornar lei.

Demanda histórica dos físicos, que muitas vezes têm dificuldades para exercer a profissão em áreas específicas (como física médica ou geofísica), por falta de regulamentação específica, o projeto de lei 1025/2011 foi apresentado pelo deputado Mendes Thame na Câmara em 13 de abril de 2011.

Ele prevê a criação de Conselhos, nos moldes dos CREA (Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia), para fiscalizar a atividade profissional específica dos físicos e assim dar maior segurança jurídica para o acesso a determinados cargos que exigem comprovada especialização.

O passo inicial foi submetê-lo à análise da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara, onde ele foi aprovado em 30 de novembro do ano passado. Na metade deste ano, ele finalmente ganhou o aval da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, de onde foi enviado para apreciação do Senado. É nesta etapa que ele se encontra agora, o que significa um avanço, mas ainda não a vitória.

"A maioria dos projetos que vão ao Senado passam muito tempo por lá", comenta Thame, exaltando a necessidade de engajamento. Até agora, os esforços deram resultado, pois o PL entrou na pauta da Comissão de Assuntos Sociais do Senado, e já existe a perspectiva de que o senador Wellington Dias, um dos membros da comissão, inclua as emendas solicitadas pela Sociedade Brasileira de Física.

"Destacamos a necessidade de inclusão de itens específicos relacionados às atividades em Física Médica e em Geofísica", afirma Amando Ito, físico da USP.

Caso seja aprovado, com as emendas, pela Comissão do Senado, ele volta à Câmara para ser apreciado com as novas modificações, antes de ir à Presidência da República, para ganhar a assinatura da presidenta Dilma Rousseff e se tornar lei.

DOCUMENTOS

Projeto de Lei original apresentado pelo deputado Mendes Thame (PDF)
Projeto de Lei com modificações propostas pela SBF (DOC)

CONTATOS
Amando Ito (USP)
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Assessoria de comunicação da SBF
Salvador Nogueira
Tel: +55 11 99178-9661
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Twitter: http://twitter.com/sbfisica
Facebook: http://www.facebook.com/sbfisica

 

PION

Portal SBF de
Divulgação da Física