Esclarecimento da Diretoria em relação à Nota da SBF sobre cooperação nuclear Brasil – Irã

- No último dia 03 de março, a SBF emitiu uma nota sobre cooperação nuclear Brasil – Irã, que pode ser encontrada na página da SBF.

- apesar de assinada pelo Presidente da SBF, essa nota (como explicado em seu próprio texto) representou o consenso da opinião dos membros da Diretoria e Conselho, órgãos que – estatutariamente – têm a legitimidade e responsabilidade legal de expressar posicionamentos em nome de nossa Sociedade;

- a razão para que tal nota fosse emitida foram as manifestações recebidas pela Diretoria por parte de diversos sócios da SBF solicitando um posicionamento urgente da SBF sobre o assunto;

- o espírito que presidiu a nota foi o de, enquanto ressaltando o apoio a uma postura aberta do Governo Brasileiro ao diálogo inclusivo com todas as nações, reafirmar a postura histórica da SBF de condenar qualquer acordo de cooperação na área nuclear que não explicite a nossa renúncia à pesquisa voltada para o desenvolvimento de armas atômicas;

- a nota da SBF errou ao deixar transparecer que a República Islâmica do Irã não seria signatária do tratado de não proliferação nuclear (TNP, ver http://disarmament.un.org/TreatyStatus.nsf): na verdade, o Irã é membro do acordo desde 1968 (ver http://disarmament.un.org/TreatyStatus.nsf) e, segundo informações de autoridades do governo brasileiro, os inspetores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) inspecionam regularmente as unidades de produção de urânio no Irã, que são permanentemente monitoradas pela AIEA através de câmera de vídeo, tal como ocorre com as instalações brasileiras;

- desde a publicação da nota, inúmeras manifestações de sócios da SBF foram recebidas, condenando ou apoiando os seus termos, razão pela qual estamos criando na página principal da SBF uma seção chamada “Forum de discussão cooperação nuclear Brasil-Irã”, que será iniciada com a publicação de todas as mensagens recebidas sobre o assunto. - Clique aqui para acessar o Fórum e postar contribuições.

São Paulo, 08/MAR/2010

Atenciosamente,

Diretoria

Sociedade Brasileira de Física

PION

Portal SBF de
Divulgação da Física