Associações enviam carta ao presidente da República

Acontece na SBF, semana de 10 de outubro de 2017

acontece 10102017

No último dia 6 de outubro, uma carta redigida pela Sociedade Brasileira pelo Progresso da Ciência (SBPC) foi enviada ao presidente Michel Temer apontando a insuficiência no descontingenciamento de recursos para ciência e tecnologia.

De acordo com o documento, subscrito pela Academia Brasileira de Ciências (ABC), a Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência e Tecnologia (Consecti) e o Fórum Nacional de Secretários Municipais da Área de Ciência e Tecnologia, os R$ 398 milhões destinados ao MCTIC para o setor de ciência e tecnologia, no descontingenciamento total de R$ 12,8 bilhões, é insuficiente para cumprir com as obrigações da pasta até o fim do ano, que exigiriam R$ 2,2 milhões.

Leia mais...

Átomos ultrafrios dão novas pistas sobre a supercondutividade

Destaque em Física, semana de 16 de outubro de 2017

destaque 16102017

Após resfriar átomos a apenas bilionésimos de um grau acima do zero absoluto, cientistas americanos, em parceria com uma pesquisadora brasileira, identificaram um comportamento magnético intrigante que talvez ajude a explicar como a supercondutividade funciona.

Os cientistas liderados por Waseem Bakr, professor da Universidade Princeton, nos EUA, trabalharam com o resfriamento de átomos de lítio-6 e notaram que, mesmo com a aplicação de um campo magnético forte sobre eles, seus spins permanecem alinhados num padrão alternado, descrito pelos físicos pelo termo antiferromagnetismo inclinado (canted antiferromagnetism).

Leia mais...

Ondas gravitacionais, premiadas com Nobel, têm elo brasileiro

Destaque em Física, semana de 05 de outubro de 2017

destaque 05102017

A Academia Real de Ciências da Suécia decidiu conceder o Prêmio Nobel em Física deste ano a Rainer Weiss, Kip Thorne e Barry Barish, por suas contribuições no esforço que culminou com a primeira detecção direta de ondas gravitacionais, feita em 14 de setembro de 2015.

O resultado revolucionário foi obtido pelo LIGO, o Laser Interferometer Gravitational-wave Observatory, um projeto com liderança americana que envolveu US$ 1,1 bilhão e mobilizou mais de mil cientistas espalhados por cerca de 100 instituições em 18 países, inclusive o Brasil.

Leia mais...

Entenda a importância das ondas gravitacionais com a RBEF

Destaque na Revista Brasileira de Ensino de Física, semana de 05 de outubro de 2017

destaque rbef 05102017

O Prêmio Nobel em Física de 2017 é um claro e merecido reconhecimento para um dos grandes resultados em física fundamental em décadas: a comprovação experimental da existência das ondas gravitacionais. Desde o anúncio da primeira detecção, em fevereiro de 2016, a Revista Brasileira de Ensino de Física (RBEF), publicação da Sociedade Brasileira de Física, vem publicando artigos bastante didáticos, tentando explicar de forma clara e simples os principais conceitos e os procedimentos experimentais envolvidos neste resultado extremamente relevante. Eles discutem não só ondas gravitacionais, mas também buracos negros e cosmologia relativística, temas claramente correlatos.

Leia mais...

PION

Portal SBF de
Divulgação da Física