Estudo desvenda mistério das tempestades de areia

Tempestades de areia parecem tudo menos sistemas simples de simular e compreender. E um dos grandes mistérios envolvidos era modelar o papel das colisões entre os grãos de areia em meio à ventania. Elas aumentariam ou diminuiriam a força da tempestade?

Pesquisa recente realizada por um quarteto de cientistas finalmente responde a essa pergunta, com uma surpresa. As colisões aumentam significativamente o poder da tempestade de areia.

Os cientistas destacam em seu trabalho, publicado na edição de 2 de agosto do periódico "Physical Review Letters", que com a simulação numérica é possível controlar com precisão o efeito das colisões para compreender melhor seu papel -- controle  que não é viável em experimentos.

O artigo é assinado por Hans Herrmann, do Instituto Federal de Tecnologia Suíço em Zurique e com vínculo com a Universidade Federal do Ceará (UFC), em parceria com Marcus Vinicius Carneiro e Nuno Araújo, ambos em Zurique, além do alemão Thomas Pähtz, no momento na Universidade de Zhejiang, na China.

Leia o artigo em http://arxiv.org/abs/1212.4603 (aberto) ou em http://prl.aps.org/abstract/PRL/v111/i5/e058001(fechado para assinantes).

 

Destaque em Física

Sociedade Brasileira de Física